• Microfisioterapia

    A AUTOCURA é um dos grandes princípios básicos da Microfisioterapia e compreende a capacidade que o nosso corpo tem de fazer algo por ele mesmo para se curar.
    Com certeza, seu corpo já vivenciou a AUTOCURA ao cicatrizar uma ferida, consolidar uma fratura, destruir um agente infeccioso, voltar ao estado normal após um estresse, recuperar-se de uma perda.

    PORQUE O CORPO NÃO REALIZA ESTE TRABALHO TODAS AS VEZES?

    Durante a nossa existência, determinadas agressões são difíceis de serem evacuadas pela autocura, seja porque foram muito intensas ou muito recentes, seja porque o corpo não estava preparado ou mesmo porque ele recusa estas agressões.

    O QUE ACONTECE QUANDO A AUTOCURA NÃO SE COMPLETA?

    Quando a AUTOCURA fica incompleta o organismo conserva uma memória do traumatismo, chamada cicatriz patogênica. De início, a cura incompleta pode ser imperceptível, mas pode terminar sobre uma verdadeira doença causada pelo desequilíbrio funcional não curado.

    COMO A FISIOTERAPIA PODE AUXILIAR NO DESENCADEAR DA AUTOCURA?

    Na MICROFISIOTERAPIA, o fisioterapeuta tem as ferramentas necessárias para identificar a cicatriz patogênica e fornecer ao organismo a possibilidade de reconhecer o agente agressor, desencadeando assim a autocorreção.

    Você sabia que o estado atual dos seus cabelos pode revelar informações emocionais de uma vida inteira?

    Sim, se você está com queda de cabelo, caspa ou oleosidade a Microfisioterapia pode te ajudar.

    Através de procedimentos específicos da técnica, o fisioterapeuta identifica e trata uma série de eventos traumáticos (sofridos pelo paciente e sua linhagem de família) os quais estão gerando a queixa capilar. “Uma pessoa que se vê, de maneira inesperada, SEPARADA de algo que considera muito importante para sua existência (um filho que se vê sem o pai ou sente a ameaça de perdê-lo, por exemplo) apresenta condições que favorecem a queda de cabelo. É aí que a Microfisioterapia vai atuar, estimulando a eliminação do trauma que o organismo sozinho não conseguiu eliminar.”

    "Para que um organismo possa iniciar um mecanismo de defesa, será necessário que o mesmo tenha reconhecido o agressor" - A Microfisioterapia ajuda o organismo a reconhecer o agressor.

    RENATA MARIA POZZI CURY

    FISIOTERAPEUTA

    Crefito-3/250914-F

  • Fototerapia

    FotoBioestimulação

    Se caracteriza pela utilização de painéis específicos de emissão de LEDS de comprimentos de ondas variáveis, programados especificamente quanto a intensidade, frequência e tempo de duração para fornecimento de ATP – energia, para recuperação, normalização ou otimização do metabolismo celular.

    A radiação luminosa atua sobre as mitocôndrias, estimulando a síntese de ATP e, consequentemente, a síntese de proteínas, como colágenos e elastinas, contribuindo também com a divisão celular. Recurso rápido e indolor , coadjuvante no tratamento de varias patológicas internas e externas, objetivando a recuperação das funções metabólicas celulares fisiológicas.

  • Detox - Desintoxicação Iônica

    PROGRAMA DE DETOXIFICAÇÃO:

    O que é o programa de DETOXIFICAÇÃO?

    É uma limpeza nos principais órgãos excretores: fígado, intestino e rins. Com o objetivo de capacitá-los a arcar com a sobrecarga metabólica do organismo durante a cirurgia e no pós-operatório.

    A Destoxificação iônica é uma técnica alemã em Medicina Quântica Frequencial através da associação de correntes galvânicas que promove mais de 1800 protocolos de tratamentos por Iontoforese, desde remoção de metais tóxicos específicos, cargas parasitárias virais, bacterianas, fúngicas, até a otimização de funções metabólicas básicas e especificas.

    É um excelente recurso terapêutico no por ser um procedimento não invasivo, indolor e não ablativo, amplamente utilizado na Europa e Oriente, com resultados visíveis e mensuráveis na aceleração da cicatrização, reparação tecidual e/ou no tratamento de sequelas, complicações pós-cirúrgicas e tratamento de queimados e de cicatrizes inestéticas.

  • Terapia Celular - Bioestimulação Autóloga

    O que é a Terapia Celular de Bioestimulação Autóloga?

    É a Terapia de Estimulação do Colágeno realizada por materiais confeccionados a partir do Ácido Hialurônico e Ácido Poli-L-Lático, ambos produtos biodegradáveis fisiológicos, que ao serem reabsorvidos, induzem a produção do colágeno nas áreas aplicadas, contribuindo com o rejuvenescimento da pele.

    Pode ser aplicado no contorno facial, pescoço, colo, mãos, orelhas, áreas de sequelas pré e pós-cirúrgicas e em sequelas de queimaduras ou acidentes. As áreas tratadas produzem colágeno por um período de até 2 anos, permitindo um verdadeiro rejuvenescimento. Utilizado como excelente recurso terapêutico no pré e pós-cirúrgico, tratamento de sequela de queimados e de cicatrizes inestéticas.

  • Argiloterapia
  • Carboxiterapia

    A infusão de dióxido de carbono medicinal (carboxiterapia) é uma técnica que consiste na administração controlada de CO2 nas camadas da pele e/ou tecido subcutâneo. É uma técnica não cirúrgica que utiliza um aparelho que libera fluxos controlados de gás o qual é introduzido no paciente por intermédio de uma agulha hipodérmica. É uma terapia minimamente invasiva, e que por se tratar de um gás natural do nosso organismo não apresenta efeito colateral.

    Pode ser utilizado para trabalhar os mais variados distúrbios como calvície, psoríase, aderência do couro cabeludo, etc.

  • Radiofrequência

    O que é Radiofrequência?

    É a aplicação de uma corrente elétrica por diatermia que promove um aquecimento na área tratada com modulação das fibras colágenas e elásticas do tecido local.

    Além de promover o realinhamento de fibras colágenas das cicatrizes inestéticas, queloides e aderências, é responsável por atrair, alinhar e direcionar fibroblastos (células responsáveis pela formação de um novo colágeno). Essa ação resulta num efeito lifting imediato e no caso de queimados ou cicatrizes inestéticas, uma diminuição no tamanho da lesão e atenuação imediata.

    A aplicação é amplamente utilizada no preparo da pele para o pré-cirúrgico, favorecendo mobilidade, elasticidade, vascularização e melhora da cicatrização. No pós-cirúrgico atua na aceleração do tempo de cicatrização, realinhamento do colágeno, na prevenção de queloides e sequelas inestéticas. É indolor e pode ser realizado em qualquer faixa etária.

    É uma técnica não invasiva, indolor, não apresenta efeitos colaterais indesejáveis e não interfere na rotina normal do paciente. A duração do procedimento varia de acordo com o tamanho da área a ser tratada, podendo durar de 20 minutos a 1hora.